Início » Blog » O Poder da Intenção

O Poder da Intenção

Co-criando com o poder da intenção, pela visão do ThetaHealing e Um Curso em Milagres

O poder da intenção

O Poder da Intenção

Ler Um Curso em Milagres é sempre uma grata surpresa.

Independente do momento de vida; na alegria e na tristeza, na saúde e na doença; pode ter certeza que o ensinamento ideal será revelado.

As páginas falam intimamente com o leitor, descortinando o que pode ser revelado assim como se mostra o leitor.

A leitura e ensinamentos são tão surpreendentes que não fiquei surpresa ao conhecer o ThetaHealing e, constatar que ambos derivam da mesma fonte: o Criador de Tudo que É.

Neste post, O poder da intenção apresento como alguns ensinamentos do ThetaHealing e de Um Curso em Milagres podem ser colocados em prática em nossa vida e concretizar verdadeiras transformações.

Boa leitura!


Leticia Lima Terapeuta

Letícia Lima é terapeuta holística terapeuta reikiana e radiestesista.

Contato

Para agendamentos de ThetaHealing®, Oráculo das Deusas, terapia holística, radiestesia, thetahealing, divórcio energético, florais.

11 99163-0007

Ou deixe uma mensagem

Conheça todas terapias do Espaço Mercúrio

Se assim como nós, você ama autoconhecimento e terapias holísticas, este e-book é para você!

Preparamos este e-book com todo carinho para que você conheça um pouco mais do universo holístico e de como a terapia holísticas e suas variadas técnicas, pode facilitar o seu caminho de autoconhecimento e autocura.

O poder das intenções e a visão de mundo

Visão de mundo e crenças – O poder da intenção

As intenções criam a visão do mundo que temos

Intenção é tudo aquilo que uma pessoa espera que aconteça; a vontade que impulsiona um sonho, desejo.

São elas as responsáveis por ampliar a percepção para as infinitas formas de ver o mundo que podemos ter a partir do instante em que simplesmente desejamos. 

Intenções são sustentadas por crenças – você pode ler um pouco mais sobre crenças nesse post COMO O THETAHEALING MUDOU MINHA VIDA

Somos movidos pelas nossas intençõesRepito: Somos “movidos” pelas nossas intenções.

Logo, segundas intenções são as vontades ocultas por trás de uma real intenção. Confuso?

Por mais estranho que possa parecer, sempre há crenças ocultas por trás de uma realidade, seja ela qual for.

Assim sendo, as intenções possuem um poder imensurável na co-criação da sua existência.

“Mantenha os seus pensamentos naquilo que tem intenção de criar. Permaneça solidamente alinhado com o campo da intenção e busque as pistas que chegam até você vindas da Fonte onicriadora.”

Dr. Wayne Dyer

Para parte das pessoas é possível que haja um certo desconforto neste exato momento, ao ler estas primeiras linhas, principalmente para aquelas que desconhecem as próprias intenções – primeiras e segundas.

Há aqueles que acreditam em acidentes. Situações ruins que acometem pessoas boas.

Todavia acredito em pessoas que guardam em seu íntimo, segundas intenções, totalmente desconhecias que sabotam seus próprios planos.

É o torcer contra.

Mas no caso, contra si próprio.

São aquelas intenções que soam como vozes internas, que sopram no ouvido dizendo:

“mas você não está pronto para aquela promoção…”

“esse pretendente é muita areia para o seu caminhão…”

“porque você acha que pode ser feliz se os seus pais não o foram?”

“ser diferente dá muito trabalho!”

São vozes insistentes.

Vozes que de tão insistentes, em algum momento, passamos até a acreditar que são influência externa. 

Mas no fundo sabemos que elas fazem parte de nós.

O poder da intenção


A Lei da Atração como O Poder da Intenção

Todo o universo ao nosso redor se resume na lei da atração – é um universo de energia e atração.

A razão pela qual tantas pessoas vivem vidas de medo e sofrimento é porque dependem do seu ego para o cumprimento dos seus desejos.

O mestre de suas vidas, o verdadeiro tomador de decisões. Prazer, Ego.

É como se para cada pensamento, consultássemos o ego e somente a partir de sua resposta, escolhêssemos o caminho “sugerido” por ele.

O ego nos ensina a barganhar. O ego não sabe perder. E normalmente, para o ego ganhar, o outro lado precisa ceder e consequentemente, perder.

O ego sempre exige direitos recíprocos porque é competitivo ao invés de ser amoroso.

Mas aí vem o ensinamento do Um Curso em Milagres, do universo, do próprio Criador.

Para ganhar, tens que dar, não barganhar. Barganhar é limitar a dádiva e não é esse o movimento do universo.

Você projeta aquilo que acredita.

Qual é o seu poder de Intenção?

Polaridade das crenças – O poder da intenção

Procure pensar um pouco sobre o poder da Intenção

Com o desconhecimento das reais intenções, ficamos à mercê da vontade do ego e criamos para nós mesmos situações dúbias, transitando entre as polaridades de um mesmo tema.

Como em um mar de sentimentos, sentimos satisfação seguido de culpa.

Sentimos orgulho, para em seguida sentir inveja.

Um misto de sensações e sentimentos tomam conta quando desconhecemos nossas reais intenções.

À priori, podemos acreditar que ganhamos, que somos vencedores, mas logo vem a consciência sinalizando algo de errado.

Dessa forma o aprendizado é essencial.

Logo, o aprendizado acontece a partir do que projetamos para os outros e, vemos no outro exatamente aquilo que somos.

Quando limpamos crenças, passamos a enxergar a vida de uma outra forma.

É como se tivéssemos novos óculos, que transformam tudo o que vemos e sentimos.

Sobre o poder da intenção

O poder da intenção

Indivíduos já conectados com o poder da Intenção

A seguir, trechos do texto O poder da Intenção, escrito pelo Dr. Wayne Dyer.

O texto nos fala sobre o retrato de uma pessoa conectada com o campo da intenção, como reconhece-la e como a vida discorre ao seu redor.

Uma pessoa que vive em um estado de unidade com a Fonte de toda vida não aparenta ser diferente das outras pessoas.

Além disso, esta pessoa não possui uma auréola, nem se veste com roupas especiais que anunciem as suas qualidades divinas.

Entretanto, quando notar que alguém passa pela vida como os afortunados que parecem obter todas as vantagens, e parar para falar com estas pessoas, perceberá o quanto são singulares, comparando-se com as pessoas que vivem nos níveis ordinários de consciência.

Se passar alguns momentos conversando com elas, que já estão conectadas com o poder da intenção, verá como são especiais.

Estas pessoas, que eu chamo conectores para ressaltar a sua harmoniosa conexão com o campo da intenção, são indivíduos que se fizeram a si mesmos disponíveis para o êxito.

É impossível encontrá-los em um estado de pessimismo com relação à realização do que desejam para suas vidas. Ao invés de utilizarem uma linguagem indicadora de que os seus desejos não podem se materializar, falam com uma convicção interior que comunica o seu simples e profundo conhecimento de que a Fonte universal provê tudo.

Eles não dizem: “Com esta sorte que tenho, não pode ser que as coisas se ajeitem.” 

Ao invés disto, é muito mais provável ouvi-los dizendo algo como: “Planejo criar isto e sei que funcionará.”  Não importa o quanto tente dissuadi-los com todas as razões pelas quais o seu otimismo deveria ser mitigado, pois eles parecem estar felizmente cegos a estas repercussões “realmente comprovadas”.

É como se estivessem em um mundo diferente, um mundo em que não podem escutar as razões pelas quais as coisas podem não sair bem.

Para os conectores, tudo o que aparece na sua vida está aí porque o poder da intenção assim o planejou. Por isto, sempre estão agradecidos.

Sentem-se agradecidos por tudo, inclusive por coisas que poderiam parecer obstáculos. Têm a habilidade e o desejo de ver uma doença temporária como uma benção, e sabem no seu coração que, em alguma parte deste revés, há uma oportunidade, que é o que buscam em tudo o que surge nas suas vidas.

Através do seu agradecimento, honram todas as possibilidades, ao invés de pedir tudo para a sua Fonte, porque isto seria como dar poder a algo que já desapareceu.

Eles comungam com a Fonte em um estado de reverente gratidão para com tudo o que é apresentado em suas vidas, sabendo que isto faculta a sua intenção para manifestar precisamente o que precisam.


Sincronicidade e Coincidências no Poder a Intenção

Este vínculo de conexão é o que faz os conectores tão hábeis em atrair para a sua vida cooperação e assistência de outros no cumprimento de suas próprias intenções.

Só o fato de se sentirem conectados significa que, nas mentes dos conectores, não há ninguém neste planeta com quem não estejam unidos espiritualmente.

No seu coração, os conectores sentem uma afinidade com toda a vida, assim como com a Fonte de toda vida.

Em conseqüência, vivendo no campo da intenção, podem acessar, a todo momento, qualquer sistema de vida no universo em que coloquem a sua atenção, porque já estão conectados a este sistema de energia doadora de vida e a todas as suas criações. 

Portanto, os conectores não se surpreendem quando a sincronicidade ou as coincidências lhes trazem os frutos das suas intenções. Sabem, nos seus corações, que estes acontecimentos, aparentemente milagrosos, foram trazidos ao seu espaço vital imediato porque eles mesmos já estavam conectados com estes eventos.

Milagres são a lei da atração trabalhando.

“Permaneça vibratoriamente afinado com o que a Fonte de toda vida planeja para si, e todas as pessoas e todos os poderes deste campo de intenção cooperarão consigo para atrair para a sua vida tudo o que desejar.” Eles sabem que assim é como o universo trabalha.

Os conectores lhe dizem, sem duvidar, que escolhem sentir-se bem, independentemente do que aconteça ao seu redor ou de como os outros podem julgá-los.

Sabem que sentir-se mal é uma escolha, e que a mesma não é útil para corrigir as situações desagradáveis no mundo. Por isto, utilizam as suas emoções como um sistema de orientação para determinar o quão sintonizados estão com o poder da intenção. 

Quando se sentem mal por algo, usam isto como indicador de que já é hora de mudar o seu nível de energia para sintonizar-se com a pacífica e amorosa energia da Fonte. Repetirão para si mesmos: “Quero sentir-me bem”, e, com este desejo, reconduzirão os seus pensamentos para a harmonia.

Os conectores são pessoas excepcionalmente amáveis e amorosas.

Sabem que, harmonizando-se com a energia da Fonte, reproduzem a bondade que provém dela.

Ademais, para eles não pressupõe esforço algum em ser amável.

Sempre são agradecidos com o que lhes chega, e sabem que esta bondade para com tudo na vida e para com o nosso planeta é a maneira de mostrar esta gratidão.

Por causa do seu modo de ser, outros irão querer devolver os seus favores e se converterão em seus aliados, ajudando-os a atingir os seus propósitos. 

Associam-se com um número ilimitado de pessoas, com qualquer um que chegue revestido de amor, bondade e generosa assistência mútua para o cumprimento dos seus desejos.

Também apreciará o modo como os conectores vêem a beleza do nosso mundo.

Sempre encontram algo que valorizar.

Podem se perder na beleza de uma noite estrelada ou de uma rã pousada sobre um leito de lírios.

Vêem a beleza das crianças e percebem o brilho natural e o esplendor dos anciãos.

Não desejam julgar ninguém em termos da baixa energia negativa, e sabem que a Fonte criadora de todas as coisas só traz beleza à forma material, beleza que, desta forma, sempre está disponível.

Os conectores nunca se conformam com o que sabem! São curiosos sobre a vida, e lhes atrai todo o tipo de atividade.

Sempre encontram algo para desfrutar em todos os campos do esforço criativo humano, e sempre estão expandindo os seus próprios horizontes. Esta abertura para tudo e para todas as possibilidades, e esta qualidade de expansão constante, caracterizam a sua habilidade na manifestação dos seus desejos.

Eles nunca dizem “Não” ao universo.

Para tudo o que a vida lhes envia, eles dizem:

“Obrigado. O que posso aprender e como posso crescer através do que estou recebendo?”

Consequentemente, negam-se a julgarem alguém ou qualquer coisa que a Fonte lhes ofereça, e esta atitude de constante expansão é a que finalmente lhes equipara com a energia da Fonte e é a que abre a sua vida para receber tudo o que a Fonte lhes quer proporcionar.

São assim como uma porta aberta, que nunca se fecha para as possibilidades. Isto lhes faz totalmente receptivos à abundância que sempre, incessantemente, flui.

Incentivo-lhe a reproduzir o seu mundo interior, e a regozijar-se no infinitamente magnificente o poder da intenção.

Criar é amar.

Resumindo o Poder da Intenção

Em resumo, o amor se estende para fora simplesmente porque não pode ser contido. O amor sendo sem limites, transborda.

Assim como a Fonte Criadora, toda criação que colocamos no mundo é a materialização do amor.

Um projeto, um filho, uma receita… Criar é amar. É trazer vida para a vida. 


Toda intenção deve ser acompanhada de ação.

Embora criemos o campo vibracional ao nosso redor possibilitando a co-criação daquilo que buscamos, não basta limpar o seu sistema de crenças e pensar positivo.

Para ver planos e sonhos se materializando, é preciso disposição e movimento.

“Não basta dirigir-se ao rio com a intenção de pescar peixes; é preciso levar também a rede.”

Provérbio Chinês

O poder da intenção

Atendimento com Hora Marcada no Espaço Mercúrio.

Terapeuta Holística em Espaço Mercúrio
Letícia Lima é Coach, Mestra Reiki e Terapeuta Holística em São Paulo.
Sou uma eterna aprendiz. Apaixonada pela vida em todas as suas formas e faço do despertar um propósito de vida. Praticante de yoga e meditação, busco e compartilho uma forma de vida mais equilibrada e consciente.
Últimos posts por Letícia Lima (exibir todos)