Início » Medicina Chinesa » O Que é Auriculoterapia?

O Que é Auriculoterapia?

Espaço Mercúrio

A auriculoterapia ou auriculoacupuntura é um método alternativo que serve para tratar mais de 200 sintomas do corpo.

O Que é Auriculoterapia?
O Que é Auriculoterapia?

É uma técnica terapêutica natural da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que estimula pontos específicos no pavilhão auricular com o objetivo de diagnosticar, prevenir, aliviar sintomas e tratar problemas de saúde física, psíquica ou emocional. É muito utilizada na assistência à saúde, tanto para prevenção como em aspectos curativos.


Erika Martorelli

Érika Martorelli é Terapeuta Reichiana e terapeuta holística integrativa
Analista Análise e Terapia Corporal Neo Reichiana

Contato

Para agendamentos de Terapia Reichiana, Terapia Quântica, Radiestesia, Alinhamento Energético, Análise e Consciência Corporal, Terapia Integrativa, Terapia holística, Terapia Vibracional, Harmonização dos Chacras, Terapia Floral e Essências de Cristal

11 99933-7473

Ou deixe uma mensagem

Conheça todas terapias do Espaço Mercúrio

Se assim como nós, você ama autoconhecimento e terapias holísticas, este e-book é para você!

Preparamos este e-book com todo carinho para que você conheça um pouco mais do universo holístico e de como a terapia holísticas e suas variadas técnicas, pode facilitar o seu caminho de autoconhecimento e autocura.

Terapia Holística – Auriculoterapia

Existem dois tipos de auriculoterapia: auriculoterapia francesa e auriculoterapia chinesa.

Qual a diferença da auriculoterapia francesa e auriculoterapia chinesa?

Apesar de ambas estarem baseadas na mesma técnica, são métodos bem diferentes, uma vez que cada uma delas possui um mapa auricular distintos com os pontos específicos a serem estimulados.

Por que a auriculoterapia é feita na orelha?

Mapeamento de Auriculoterapia

Considerado uma parte muito importante do corpo humano, a orelha ou pavilhão auricular possui um microssistema, que chamamos de zonas reflexas, onde cada ponto funciona como receptor de sinais de alta especificidade de órgãos, regiões ou sistemas específicos, sendo capaz de refletir as mudanças fisiológicas do corpo.

Através da orelha é possível verificar quando qualquer parte do corpo está em desarmonia, através de reações e locais específicos de cada manifestação e enfermidade.

Essas reações se manifestam na orelha antes mesmo de aparecerem no corpo.

Isso é verificado através da cor, manchas na pele, modificações na região, vasos sanguíneos, nervos, ressecamento, descamações, vincos, etc.

É possível aliviar sintomas e tratar problemas quando um ponto é estimulado.


Como é feita a auriculoterapia?

Como é feita a auriculoterapia

Ao iniciar o tratamento com auriculoterapia, primeiramente é feita uma consulta com terapeuta especializado para identificar os sintomas que estão sendo manifestados e para entender melhor os órgãos afetados.

Após esta avaliação, o terapeuta seleciona os pontos mais adequados para o tratamento e faz pressão sobre o ponto.

A estimulação pode ser feita através de agulhas, laser, esferas ou sementes de mostarda.

Tanto as esferas como as sementes de mostarda são muito utilizadas, uma vez que são métodos de tratamento não invasivo e indicados principalmente para pessoas que tem aversão a agulhas.

Esses materiais de estimulação servem como uma ponte de ligação com os nossos órgãos e sistemas do nosso corpo, o que inclui:

  1. Nervos
  2. Músculos
  3. Ossos
  4. Órgãos
  5. Sistemas, etc.

Apesar da semente de mostarda ser o método mais conhecido de auriculoterapia, pode-se também utilizar esferas de ouro, prata, inox e cristal.

  • A esfera de ouro é utilizada quando um ponto está com deficiência e precisa de tonificação.
  • A esfera de prata é utilizada quando um ponto apresenta energia acumulada e precisa de sedação.
  • Para os pontos neutros, pode-se utilizar em conjunto as esferas de cristal, inox e a semente de mostarda.

As esferas são fixadas nos pontos com auxílio de micropore.

O tipo de pressão e o tempo de permanência varia de acordo com a necessidade do paciente e avaliação do terapeuta. 


Para que serve a auriculoterapia?

Como é feita a Auriculoterapia

Esta técnica é utilizada para reequilíbrio energético do corpo.

A estimulação dos pontos específicos da orelha serve para aliviar dores ou tratar diversos problemas físicos ou psicológicos, problemas de saúde como dores crônicas ou dores agudas, crises psicológicas, tratamento de vícios, tensão muscular, problemas reumáticos, problemas respiratórios, cardíacos, urinários, digestivos, hormonais, entre outros.

Aplicação auriculoterapia

A auriculoterapia também tem se mostrado bastante eficaz no tratamento de ansiedade, depressão, insônia, enxaqueca, obesidade e contraturas.

A cura não é imediata, mas a melhora é percebida progressivamente, acelerando os efeitos quando utilizada em conjunto com tratamento médico.

Não existe restrição de idade, podendo ser feita em crianças, jovens, adultos e idosos.

Aplicação da auriculoterapia

Benefícios da Auriculoterapia

Reconhecida pela Organização Mundial da Saúde, a auriculoterapia tem se mostrado eficiente no tratamento complementar de diversas condições de saúde.

Além disso, contribui e acelera resultados quando utilizada em conjunto com a medicina tradicional, é rápida e eficaz na melhoria de várias condições de saúde.

A Auriculoterapia trata problemas:

  • físicos
  • emocionais
  • psicológicos

A auriculoterapia é um método de tratamento alternativo que melhora a energia da pessoa e reduz o cansaço.

Este método saudável e sem efeitos colaterais.

A auriculoterapia dói?

Se forem utilizadas agulhas, pode haver um pouco de incômodo que é considerado suportável por 90% das pessoas.

Para pessoas que tem fobia de agulhas, podem ser utilizadas esferas ou sementes de mostarda. Neste caso, também com dor suportável, o nível varia de acordo com a sensibilidade de cada um.

A história da auriculoterapia

Com base na antiguidade, não se sabe ao certo qual o país que utilizou a auriculoterapia pela primeira vez: China ou Índia. No entanto, tudo indica que, a partir de então, a técnica passou para os egípcios e persas, que a divulgaram pela Itália, Espanha, França e e norte da África.

No século IV a.C., Hipócrates conheceu a auriculoterapia no Egito e escreveu sobre o sangramento de uma veia atrás da orelha como forma de tratar a impotência e provocar queimadura em ponto da antélice da orelha como tratamento para dor ciática.

O livro Hoang Ti Nei King, o “Cânon de Medicina do Imperador Amarelo”, explica a relação dos meridianos com a orelha.
Este é o livro mais antigo de que se tem conhecimento. Nele, há referências sobre diagnóstico e tratamento com acupuntura.

Um texto também clássico, o Ling Shu (475 – 225 AC.), cita a ligação entre orelha e demais órgãos.
Já na dinastia Tang, a estimulação da orelha para tratar condições físicas internas é uma mostra da história e origem da auriculoterapia em tempos mais recentes.

Na década de 1950, Dr. Paul Nogier, neurologista francês, começou a experimentar um mapa dos pontos da orelha relacionados aos órgãos e demais estruturas do corpo humano.

Na década de 1980 originou-se a auriculoterapia, com o surgimento do Grupo Nacional de Trabalho em Auriculoterapia, na China, em 1982.

A partir de então foram inúmeros os progressos na área.

Onde encontro auriculoterapia?

O Espaço Mercúrio Centro Holístico de São Paulo possui atendimentos em:

  • Auriculoterapia
  • Reiki
  • Cone Chinês
  • Massagem com Pindas Chinesas
  • Thetahealing 
  • Auramaster
  • Cromoterapia
  • Radiestesia e Radiônica
  • Essências de Cristais 
  • Tarot, Numerologia
  • Meditação
  • Ho’oponopono,
  • EFT, Eneagrama
  • Terapia Reichiana
  • Bioenergética
  • Constelações Sistêmicas.

Terapeuta Reichiana em Espaço Mercúrio
Erika Martorelli é terapeuta holística integrativa, terapeuta reichiana, reikiana e radiestesista.
Últimos posts por Erika Martorelli (exibir todos)